quarta-feira, 10 de julho de 2013

A PELE E A MENTE

a pele dá tesão
encosta, arrepia, queima,

é só ato
movimento, estertor.

a pele pede e toma
sacia-se e vai embora,
só se assanha a tez
se a encontra outra vez.

ou talvez a consumação a consuma.
perde o encanto, não há mais o que
se fantasiar,
torna-se ato.

a sedução ideária não.
não é seu corpo que pede,
é sua alma que deseja.

ficamos mais excitados com uma bela
narrativa que com um toque caliente
então eu pergunto,

eu te provoco?
onde?
no suor do lábios?
no arrepio dos seios?
no desvio do olhar?

é sua pele a provocada?
ou são seus pelos?
serão suas ousadas mãos?
ou a flor que lhe nasce abaixo do ventre?

as coxas, as costas, os dentes?
ou te provoco toda desde a mente?

o que sente?
quando a voz rouca manda-lhe ficar calada
mas o olhar intenso que vai e vem
causa-lhe gritos...

safada
amada
tarada?

eu te provoco?
quando?
ontem
hoje
e sempre?
agora, em que as palavras
te penetram lentamente
e gozas plenamente?
gozo solo em tuas próprias cavas

e tu, sabes o que me causas?



15 comentários:

  1. Minha nossa! Delirante, excitante, intenso, deliciosamente sensual... Fiquei arrepiada e quse sem fôlego... MA-RA-VI-LHO-SO! Um bj
    * Tentei seguir mas não consegui... mas com certeza voltarei.

    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir
  2. Perguntas, respostas, dúvidas,certezas.Intensidade é o que vale no jogo da sedução.O melhor não é o saber,é o imaginar.
    Perfeita, top, poesia capaz de virar e revirar do avesso, adorei muito!

    ResponderExcluir
  3. Carlos teu poema arrepia a mente. Palavras colocadas de forma tão acertadas adquirem este poder.Bjs

    ResponderExcluir
  4. Instigante poema,onde o inatingível desejo se faz presente de forma intensa e lírica.
    O que dizer além de: perfeito,lindo demais!!!

    ResponderExcluir
  5. E tu, sabes o que sente a mente que lê o que escreves? Acaso saberás ou somente sentirás? Preciso dizer que gostei imenso? Gr. Bj. Carlos!

    ResponderExcluir
  6. Incisivo,Contundente.O que mais excita no objeto desejado?A alma,ah,o encontro das almas,como versjou Manuel,o Banderia,é o mais perigoso...a mente e o silêncio do imperativo desejo de somente estar..."gozo solo em tuas próprias cavas..."sim,creio que sei o que a possia,tão bela,tão simplesmente ela,causa no poeta,que goza com cada verso e mal sabe,mesmo sabendo,o que provoca nas leituras de cada verso,que ,neste poema,desnuda,não com as mãos físicas,mas com as mãos de um poetizar sempre...uma masturbação existencial entre o que é provocado,a partir do que constru[ímos em pensamentos e os toques,estes presenciais e dilacerantes...talvez,uma das mais belas poesia que li de voce.

    ResponderExcluir
  7. Oh,poeta!Com a mesma Alma que extasia aos sentidos, escrevestes a doçura de um encontro verdadeiro.
    Parabéns.
    Sálvio Sérgio

    ResponderExcluir
  8. Olá Carlos!

    É a primeira vez que venho ao teu blog. Tenho-te lido no Tubo de Ensaio. Gosto das tuas poesias e por isso vim conhecer o teu espaço.
    Parabéns, pelo poema. Intenso, apaixonado, ousado... Gostei.

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    http://jakeemary.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O jogo de palavras que busca e ofusca a utopia, mas na realidade não sacia, mas faz voltar, pois arrepia! Parabéns pela obra meu caro!

    ResponderExcluir
  10. Perfeito ... estou encantada é tudo sua poesia e seu jeito de colocar as palavras. Mais uma vez encantada arrepiada , tocada com sua mente.
    se possivel me visitar em Cantando o amor apenas. Sera um prazer recebe lo, Eu: ( Zukk Marçal )

    ResponderExcluir
  11. Perfeito Carlos, muito lindo este poema da até pra sentir tocar na alma...bjs

    ResponderExcluir
  12. Esse belo poema, diz que tudo que eu sinto e pratico quando estou absurdamente apaixonado. Parabéns amigo.

    http://gagopoetico.blogspot.com.br/
    Dan.

    ResponderExcluir
  13. boa noite amigo esse poema é derilante é lindo muito bom para quem esta apaixonado um abraço..........

    ResponderExcluir
  14. Nossa Carlos!!!Lindo e apaixonante!
    Saudades de ler teus poemas. E quando vou matar essa bendita saudade, me deparo com algo tão belo!! Um bom recomeço!
    Beijos!

    ResponderExcluir